0 Loading...

Instituto Global Attitude Instituto Global Attitude

Internacionalista Rodrigo Reis destaca a importância de políticas ambientais para evitar tragédias climáticas

Internacionalista Rodrigo Reis destaca a importância de políticas ambientais para evitar tragédias climáticas

O tema foi abordado após as enchentes que devastaram o estado do Rio Grande do Sul, além de outras regiões no mundo.

Por Rodrigo Harshe, IGA SP — São Paulo 17/05/2024 17h52 Atualizado há 32 minutos

O presidente do Instituto Global Attitude e internacionalista, Rodrigo Reis, esteve nesta sexta-feira (17), nos estúdios da RIT TV, em São Paulo, participando do programa Análise Direta, sobre a importância da ONU e dos fóruns internacionais no combate às mudanças climáticas.

O tema ganhou protagonismo com as recentes notícias do temporal que atingiu 446 municípios do Rio Grande do Sul, deixando um rastro de destruição, milhares de desabrigados, mortes e prejuízos que ultrapassam R$ 2,5 bilhões.

A chuva que causou as enchentes do final de abril e do início de maio no estado Gaúcho foi mais intensa em razão das mudanças climáticas induzidas pelo ser humano, apontou um estudo elaborado pela ClimaMeter. A estimativa é de que tenham tornado a chuva 15% mais intensa do que seria.

Mas os problemas climáticos já são uma realidade em todo o mundo, alterando os padrões de chuva, levando secas mais intensas em algumas áreas e enchentes em outras. Os eventos climáticos extremos como furacões, tempestades, ondas de calor e secas prolongadas também estão associados às mudanças climáticas.

“De vilarejos rurais até grandes cidades, todos já estão sofrendo com inundações, secas, ondas de calor mais frequentes, enchentes, entre outros fenômenos. As altas taxas de emissão de gases de efeito estufa, aliadas à degradação ambiental e a exploração dos recursos naturais, nos colocam em uma corrida contra o tempo”, destacou Reis.

Este é um assunto frequente debatido durante as conferências climáticas das Nações Unidas (COP). Lideranças globais se reúnem para propor ações que podem ser tomadas para ajudar a prevenir e se preparar melhor para as transformações no clima.

Mas o que os governos e a população podem fazer? Quais medidas já estão sendo adotadas pelo Brasil após a emergência climática que atingiu o Rio Grande do Sul.

As respostas, você confere na entrevista que vai ao ar no programa Análise Direta, com Juliana Dariva, na RIT TV.

+ conteúdos: veja a galeria de fotos

 

 

Blog

Posts Relacionados

Contact Close

Connect With Us

Send a message