0 Carregando...

Instituto Global Attitude Instituto Global Attitude

Confira dicas para controlar suas emoções no ambiente de trabalho

Confira dicas para controlar suas emoções no ambiente de trabalho

Por Rodrigo Harshe, IGA SP, com informações da Holu — São Paulo — 10/07/2024 06h03 Atualizado há 20 minutos

Aprendemos na reportagem da semana passada, que devemos controlar nossos sentimentos e termos controle emocional para lidar com as dificuldades no ambiente de trabalho. Nesta segunda matéria, você vai conferir dicas para gerenciar as emoções através de um processo de desenvolvimento da nossa inteligência emocional.

1) Busque expressar suas emoções de maneira apropriada

Se você está com raiva, reserve um tempo para considerar o que pode ter desencadeado o sentimento e considere as ações que você poderia tomar para dissipar tal situação no futuro. Você não precisa fingir que não está se sentindo do jeito que está, mas precisa lidar com as emoções para que elas não afetem suas interações com os outros. Para isso, busque ferramentas que podem te ajudar a se observar como a meditação e a respiração consciente.

2) Dê sempre feedbacks construtivos

Por exemplo, se um colega de trabalho disse algo em uma reunião que o ofendeu e isso o está incomodando, converse com a pessoa a respeito, de preferência logo após o evento e em particular. Seja objetivo e concentre-se no que foi dito ou feito e como isso o fez sentir, sem atacar a pessoa individualmente. Essas dicas são princípios da comunicação não violenta e praticam bastante a escuta ativa e o feedback construtivo.

3) Lembre-se de como você administrou um problema no passado

Se um evento no trabalho — como um conflito com um colega de trabalho ou uma carga de trabalho incomumente estressante — está desencadeando um desafio emocional, considere como você superou um problema semelhante no passado. O que funcionou? O que não funcionou?

4) Anote os seus problemas

Por exemplo: se você está tendo um conflito constante com um colega de trabalho, pode escrever: “Sempre que falamos, mesmo sobre coisas sem importância, acabamos discutindo. Talvez eu tenha feito algo para ofendê-lo uma vez, mas não sei disso. Talvez convide-o para almoçar e descubra. ” Isso pode ajudá-lo a criar estratégias e evitar que o problema o distraia.

5) Procure desenvolver sua resiliência emocional

Preste atenção à sua saúde física e psicológica geral. Alimente-se bem, durma o suficiente e faça exercícios regularmente. Se você estiver bem descansado, bem nutrido e fisicamente forte, terá mais energia para enfrentar os desafios emocionais. E lembre-se: cuidar da sua mente é primordial e precisa fazer parte do seu cotidiano.

6) Olhe para o seu comportamento

Reserve um momento para perceber que as coisas nem sempre acontecem do seu jeito. Se o fizessem, a vida seria uma estrada reta em vez de uma com colinas e vales, altos e baixos, certo? E são as colinas e vales que muitas vezes tornam a vida tão interessante.

7) Procure ajuda profissional

Ninguém precisa estar sozinho, todos nós podemos e devemos buscar ajuda quando necessário. Procurar ajuda de profissionais curadores (psicólogos, terapeutas, psicanalistas, terapeutas holísticos etc.) nos auxilia a embarcar no autoconhecimento, a chave que abre todas as portas. Procure uma terapia online, existem muitas opções de se cuidar.

Todos nós temos que lidar com as emoções negativas no trabalho às vezes, e aprender como organizar esses sentimentos é ainda mais importante, considerando que o Brasil é o país mais ansioso e depressivo do mundo, além dos casos de síndrome de burnout e estresse no trabalho terem aumentado exponencialmente. Se prevenir dessas doenças é aprender a lidar com suas dores para que seu corpo e mente não cheguem em um limite.

Por isso, quando essas emoções começarem a aparecer, comece imediatamente sua estratégia para interromper o ciclo. Quanto mais você esperar, mais difícil será se afastar do pensamento negativo.

8) Invista em programas de bem-estar corporativo

Existem vários programas de benefícios que oferecem um maior bem-estar para os colaboradores e quando essas práticas são implementadas na cultura da empresa a possibilidade de conseguir um ambiente mais harmônico é ainda maior.

Isso acontece, pois muitas vezes os colaboradores não se sentem à vontade para compartilhar com o gerente ou com o time de recursos humanos o que estão sentindo por medo, insegurança ou dificuldade de se expressar.

Por isso, quando a empresa se porta como uma parceira do seu funcionário ela só tem a ganhar. Afinal, este se sentirá mais motivado e energizado para trabalhar e se sentirá feliz com o ambiente de trabalho e com as tarefas que estará executando.

No entanto, como fazer isso? Existem várias empresas que oferecem programas de bem-estar corporativos, conectando técnicas de profissionais qualificados com negócios que querem fazer parte desse ambiente de transformação.

 

Blog

Posts Relacionados

Contato Fechar

Conecte-se conosco

Envie uma mensagem